O Pálido Ponto Azul – Carl Sagan

“Assim que uma fotografia do planeta Terra, tirada de fora, estiver disponível (…) uma nova ideia tão poderosa como qualquer outra na história será desencadeada.”
 Fred Hoyle, em 1948

Em 1969, um astronauta da missão Apollo 11 tirou uma foto da Terra inteira. Pela primeira vez na história víamos nosso planeta como um mundo sem fronteiras nacionais. A imagem tornou-se o ícone de uma nova consciência.

Apollo 17

Foto tirada na missão Apollo 17, em 1972.

Carl Sagan percebeu o próximo passo desse processo. Convenceu a NASA a virar a câmera da Voyager I de volta para a Terra quando a espaçonave estivesse além de Netuno.

“A foto foi a última missão da Voyager e um pedido especial de Carl Sagan, que enfrentou algumas resistências da equipe da Nasa, do tipo ‘isto não é ciência’. Acontece que Carl Sagan não era apenas cientista, era também filósofo e poeta.”

O resultado foi este:

pálido ponto azul - sagan

Carl Sagan nos deu uma nova perspectiva do mundo e de nós mesmos. Como um tapa na cara, um soco no estômago, essa foto nos faz repensar tudo sobre nós. Lá de cima, não há fronteiras nacionais, não há sequer sinais da civilização humana. O xenofobismo perde totalmente o sentido. O nacionalismo e o patriotismo, a meu ver, também não têm o menor valor.

Desse ponto de vista, a noção de que o universo inteiro foi feito apenas pra nós, humanos, se torna obviamente tola. O paradigma antropocêntrico de nossos ancestrais foi totalmente subvertido, destruído. A ciência nos ensinou que não somos a medida de todas as coisas.

“Lá em cima, no cosmos, uma perspectiva inevitável nos aguarda: fronteiras nacionais não são visíveis quando vemos a Terra do espaço. É difícil apoiar fanatismos étnicos, religiosos ou nacionais, quando vemos nosso planeta como um frágil crescente azul, desaparecendo até se tornar um pontinho de luz imperceptível em meio a cidadela de estrelas.”
– Carl Sagan

Foi o próprio Sagan quem narrou o audiobook de seu livro, “Pálido Ponto Azul – Uma Visão Sobre o Futuro da Humanidade no Espaço”, de 1994. Sua narrativa, sempre apaixonada e inspiradora, foi trazida pro youtube mais tarde (2007). Resultado:

linha

Nova versão (2013):

Anúncios

Sobre Leandro Ricardo

Student. Book eater. Early 20's. I write about things no one cares. https://www.youtube.com/c/leandroricardo27
Esse post foi publicado em Inspiração e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s